EU, DEFICIENTE?!


SEI LER, SEI ESCREVER…

NA ESCOLA

LEIO O MUNDO

ESCREVO A MINHA HISTÓRIA

DO MEU JEITO!

UM JEITO ESPECIAL

 QUE SAI  DO MEU ÍNTIMO UMA SABEDORIA  SEM IGUAL.

MUITOS NÃO A COMPREENDEM

PORQUE AINDA  NÃO PERCEBEM QUE O SER HUMANO É SINGULAR.

POSSO NÃO ATENDER AOS PADRÕES IMPOSTOS PELA SOCIEDADE

PORQUE ADMITO QUE SOU SER HUMANO  COM FORÇA E VERDADE

NÃO HÁ COMO ESCONDER AS MINHAS LIMITAÇÕES

MAS NO ÂMBITO DO MEU UNIVERSO, AVANÇOS OCORREM, E ISSO GERA EMOÇÕES.

SOU DEFICIENTE, SOU SAUDÁVEL.

NÃO ME IGNORE,  ME OLHE!

 TRATE-ME  COM RESPEITO!

EU MEREÇO!

POSSO PRECISAR DE AJUDA, SE QUISER OFEREÇA.

ACEITAREI E AGRADECEREI

PORQUE NA ESCOLA DA VIDA

HOJE, O DEFICIENTE SOU EU.

AMANHÃ, QUEM SABE?!

ABRA SEU CORAÇÃO, 

O AMIGO DEFICIENTE ESTÁ DE BRAÇOS ABERTOS SEM VERGONHA DA SUA REAL SITUAÇÃO:

SOU DIFERENTE, SOU CIDADÃO!

NA ESCOLA POSSO APRENDER CADA VEZ MAIS,   SE  HOUVER COMPREENSÃO!

 

AUTORA: ROBÉLIA ARAGÃO DA COSTA

PROFESSORA/COORDENADORA PEDAGÓGICA

 

OBSERVAÇÃO:

TEXTO POÉTICO APRESENTADO NA JORNADA PEDAGÓGICA: EDUCAÇÃO INCLUSIVA: EU TAMBÉM FAÇO PARTE?, DO MUNICIPIO DE NOVA SOURE – BAHIA, ANO 2012.

 

 

Anúncios