O Acordar da Menina


Todas as manhãs

Uma menina acordava

Espreguiçava

Bocejava

Sorria

Agradecia

Louvava

À  Deus!

Que linda menina!

O seu acordar

Era como o canto dos pássaros aos ouvidos de seus pais.

O seu olhar sonolento era como os raios de sol ao amanhecer

Com breves ondas de calor misturada com o frescor da manhã.

Que belo o acordar da menina!

Levanta

Arruma-se.

Leva adiante a sua rotina juvenil.

Sem a rigidez adulta das ações

Mas com a singeleza das crianças em seus atos.

Que belo acordar da menina…

Para a vida!

(Robélia Aragão)

Anúncios