ARTICULANDO OS PROJETOS ESTRUTURANTES:


TEMÁTICA: REVIVENDO OS ANOS 80.

ARTICULANDO OS PROJETOS ESTRUTURANTES

EXERCÍCIO: 2015

 

UNIDADE ESCOLAR: COLÉGIO ESTADUAL D. PEDRO I

COORDENAÇÃO PEDAGÓGICA NRE17/AUTORIA: ROBÉLIA ARAGÃO

NRE17/ NUPAIP: 06

 

Justificativa:

A unidade escolar, pensando em revigorar os projetos estruturantes, sentiu a necessidade de levantar alguns questionamentos, a exemplo: Como fugir um pouco das práticas anteriores? Como articularmos os projetos estruturantes, sem perder de vista as demais ações na escola? Como apresentar textos e músicas diferentes daqueles do cotidiano dos alunos? Diante desta escuta,  surgiu a ideia desta temática, uma vez que oportuniza aos alunos direcionarem seus olhares pesquisadores para uma época de referências sócio-culturais significativas, de modo que possam articular os conteúdos propostos no currículo escolar as vivências artísticas contextualizadas. Esta, também, focaliza as pesquisas e transversaliza envolvendo os sujeitos envolvidos neste processo de construção. Ademais os anos 80 fora relevante para a musicalidade, para o contexto artístico brasileiro, a época surgiram bandas diversas, apesar deste movimento ser contrário ao meio econômico, considerado estagnado. Em nosso país a transição entre a ditadura e o regime democrático  refletiu pertinentemente na produção artística-cultural.

Diante disto, elaborou-se esta sequência didática para fins de auxiliar aos professores a desenvolverem-na de modo articulado e em regime de parceria, respeitando as diversidades das etapas, modalidades, séries/anos e eixos temáticos.

Objetivo Geral:
  • Articular os programas estruturantes (AVE, FACE, TAL, EPA, PROVE) a partir da temática – Revivendo os Anos 80 – em consonância com os diversos contextos sócio-político-histórico-cultural e as diretrizes pedagógicas atuais.
Objetivos Específicos:
  • Desenvolver as ações dos Projetos Estruturantes de modo articulado, respeitando as especificidades de cada um;
  • Apresentar estilos/gêneros e artistas dos anos 80 aos alunos;
  • Acessibilizar informações sócio-político-histórico-culturais acerca dos anos 80;
  • Envolver os alunos nas atividades sequenciais dos projetos estruturantes, utilizando estratégias diferenciadas, respeitada a temática.
Conteúdos:

Anos 80: Contextos sócio-político-histórico-culturais; Acontecimentos e fatos importantes na perspectiva mundial;  Contextos artísticos culturais – musicais e outros da época; Estilos de Moda;

Público Alvo:

 Alunos dos Ensinos Fundamental e  Médio, este último incluindo a modalidade Educação de Jovens e Adultos – EJA.

Encaminhamentos Didáticos: Revivendo os Anos 80.

Pensou-se em encaminhamentos didáticos, que devem ser adaptados às turmas, de modo que as necessidades de aprendizagem dos alunos sejam consideradas, bem como, os objetivos curriculares e de cada projeto seja referendado, sem perder de vista a participação, a produção e manifestações orais, escritas, dançantes, dentre outras.

FESTIVAL DA CANÇÃ ESTUDANTIL – FACE

Os professores deverão mediar, através de estratégias diversas, os seguintes encaminhamentos didáticos previstos, utilizando a criatividade e coesão entre os anos 80 e os conteúdos curriculares da área de Linguagem. Eis algumas ações sugestionadas para serem propostas aos alunos:

  • Pesquisar os contextos musicais  da época dos anos 80, considerando os diversos gêneros e estilos;
  • Pesquisar principais cantores e bandas nacionais;
  • Coletar informações da Música Popular Brasileira, banda pop e de rock and rool;
  • Fazer análise crítica musical de letras da época;
  • Produzir paródias, a partir das letras/músicas dos anos 80;
  • Estabelecer um elo entre as produções e a “versificação/ poema;”
  • Reviver alguns gêneros musicais dos anos 80 – Balada flasback;
  • Realizar um programa “Qual é a música?”;
  • Produzir letras/melodias  inspirados nas produções dos anos 80;
  • Revisar os textos dos alunos sem interferir na originalidade;
  • Ensaiar as músicas para fins de apresentação no festival;
  • Participar do festival nas diversas etapas.;
  • Convidar a comunidade a participar.
ARTES VISUAIS  – AVE
  • Pesquisar sobre a art deco, new wave e suas relações com os anos 80;
  • Pesquisar relação de artistas plásticos da década de 80 para coleta de informações e inspiração das obras;
  • Explorar a década de oitenta, seus meios artísticos tradicionais, o fortalecimento da arte conceitual e do abstracionismo;
  • Verificar quais meios tecnológicos interferiu na arte desta época, tornando possível o surgimento da videoarte;
  • Estabelecer as relações propostas à época entre o espaço público e a obra de arte enquanto intervenção urbana e à arte pública;
  • Encontrar informações importantes a respeito dos artistas neo-expressionistas: Guto Lacaz, Cildo Meireles, Tunga, Carmela Gross, Dudi Maia Rosa, Rafael França, Ivald Granato, Marcelo Nitsche, Mário Ramiro, Hudnilson Junior, Daniel Senise e Alex Flemming;
  • Realizar uma exposição de artes visuais da década de 80, usando slide;
  • Fazer um levantamento de temas e situações problemas referentes aos anos 80, que também possam servir de inspiração;
  • Explorar algumas técnicas/formas de artes visuais, como cerâmica, desenho, pintura, escultura, gravura, design, artesanatos, fotografia, arte decorativa;
  • Produzir obras de artes visuais diversas, respeitando as regras do projeto e inspirados na temática;
  • Participar das etapas do AVE;
  • Fazer a exposição das produções feitas para a comunidade.
Tempos de Artes Literárias – TAL
  • Pesquisar características da literatura dos anos 80;
  • Levantar informações dos principais poetas que influenciaram e/ou produziram nos anos 80;
  • Pesquisar a existência dos principais poemas dos anos 80 e suas características;
  • Produções textuais inspiradas na história, bibliografias, produções diversas, atuações e outros aspectos de personalidades/pessoas importantes na história, por exemplo, Madre Tereza de Calcutá, Papa João Paulo II, Tancredo Neves, etc..
  • Organizar atividade permanente, estipulando “Hora da Poesia” , estipulando um cronograma para apresentações de poemas, a saber, na hora do intervalo.
  • Participar das etapas do TAL.
Produções Visuais Estudantis – PROVE:
  • Pesquisar a Diversão Eletrônica na década de 80 e comparar com a atual;
  • Pesquisar filmes exibidos no cinema dos Anos 80 – filmes que possam ganhar um caráter educativo;
  • Exibir filmes a partir de atividades direcionadas;
  • Produzir sinopses dos filmes exibidos;
  • Aprender a manusear recursos tecnológicos, dentre eles, o celular e câmara fotográfica/vídeo, para fins de registar as atividades/produções executadas;
  • Produzir pequenos vídeos inspirados nos anos 80, articulando com as demandas/fatos atuais;
  • Organizar uma Sessão de Curtas – Exibições dos vídeos produzido pelos alunos.
  • Participar das etapas do projeto, através de orientações concedidas pelo professor.
Educação Patrimonial e Artística  – EPA
  • Pesquisar sobre a diversidade patrimonial;
  • Buscar conhecimentos locais e brasileiros sobre os patrimônios culturais matérias e imateriais da década de 80, bem como, os atuais;
  • Fazer aulas-passeios;
  • Registar as pesquisas mediante fotografia e textos;
  • Sistematizar álbuns/portfólios;
  • Expor os registros feitos;
  • Participar das etapas do projeto, sob a orientação da equipe.
DANÇA
  • Pesquisar sobre as danças dos anos 80;
  • Inspirar-se nas apresentações de musicais da década de 80, articulando com as expectativas atuais.
  • Pesquisar sobre os contextos de cada apresentação musical.
  • Realizar Campeonatos de dança, inspirados nos anos 80;
  • Participar das etapas do projeto, mediante orientações,
METODOLOGIA

Para o desenvolvimento desta proposta os professores deverão estar articulados e envolvidos com as propostas de cada projeto, de modo que possam usar a interdisciplinaridade na ação pedagógica. Deverão além de estabelecer um elo das temáticas com os conteúdos das áreas, poderão utilizar de diversas estratégias: atividades individuais e em grupo; escuta, canto e interpretação de canções; exibições de vídeos/filmes; pesquisas bibliográficas e de campo; produções textuais; leituras individuais e compartilhadas, pesquisas de cenário e figurino de acordo com os anos 80; realização de shows de calouros; estudos de conteúdos dos projetos associados aos das disciplinas, dentre tantas. Também, deverão estabelecer um cronograma de ação e distribuição das atividades estreitas às áreas curriculares, adaptando as etapas e modalidades de ensino, estas culminando em eventos abertos à comunidade, e, a depender, participando das demais etapas de cada projeto.  A proposta poderá ser desenvolvida no período de 3(três) meses aproximadamente.

AVALIAÇÃO

 A avaliação deverá ser realizada através da observação e registro da participação dos alunos nas diversas fases de cada projeto, de modo que sejam respeitados os seguintes critérios: frequências nas atividades; qualidade das pesquisas; sistematização das informações; elementos criativos e expressivos; desenvoltura, considerando as atribuições limitações e acertos.

SUJEITOS ENVOLVIDOS:   
  • Professores das turmas do Ensino Fundamental, Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos; Professor comunitário e Monitores do Programa Mais Educação; servidores de apoio; equipe diretiva; parceiros externos à escola.

 

Anúncios