As drogas acabam com vidas.


As drogas estão arruinado famílias e vidas, naturalizando-se de tal maneira que quando percebido os estragos a recuperação se torna difícil. Adolescentes e jovens suscetíveis aos prazeres ocasionais se sucumbem, destruindo sonhos e oportunidades. A família e escola fragilizadas não conseguem dialogar, pois não enxergam as fraquezas. Optam em se culpabilizarem. Enquanto isto perdemos pessoas! Vamos dizer não a isto tipo de violência que agride o corpo, saúde e alma orientando previamente os nossos e aprendendo a lidar com estes contextos. ( Robélia Aragão)

Anúncios