Reflexão: Compartilhando as experiências da juventude.


Sinto uma obrigação imensurável de compartilhar os bons atos, as boas experiências vivenciadas com os adolescentes e jovens nos espaços educativos, pois por alguma razão estarei contribuindo para a propagação do seu bem, de bons exemplos. Por algum motivo estarei validando estes sujeitos em transformação e diminuindo o foco para as maldades praticadas por muitos que estão nesta faixa etária. Estarei, principalmente,  diminuindo a descrença na juventude corrompida pela criminalidade. (Robélia Aragão)

Anúncios