Vou tornar-me uma pessoa melhor: eu creio.


Tenho procurado usar da sabedoria para não me tornar uma pessoa ruim, diante da complexidade e provação impostas nesta vida, Já percebi que quando se luta por causas coletivas, devo tomar cuidado para não somente vivificar o outro e esquecer de mim. Mortificar-me não é o caminho. Resta-me observar que Cristo, Madre Tereza de Calcutá, Irmã Dulce, foram seres de luzes, porém apedrejados por um seres humanos em evolução. Aprendi vivendo e observando que o “bem” que foi feito nem sempre será superior as “maldades” daqueles que se incomodam com pessoas possuidoras de ideais e de posicionamentos. Aquele tem o perfil de pessoa ideológica parece que nasceu para sofrer e ser submetido a julgamentos, opiniões constantes de sujeitos inseguros e volúveis que teimam em dizer palavras que não proferimos e interpretar incoerentemente atos praticados. O que cabe diante deste cenário é aproveitar para aprender e buscar força em Deus, amor próprio e apoio de poucos confiáveis.Que na minha imperfeição, eu seja uma pessoa melhor.
(Robélia Aragão)
#reflexão#vida#luta
Anúncios