Paralelo entre sujeitos triste e digno. 


Triste do sujeito possuidor de dois discursos, uma hora irá se contradizer. Triste do sujeito que finge entender, mas sai proferindo palavras e praticando atos contrário ao manifesto. Triste do sujeito que não se assume, não sabe se portar, não sabe transmitir…mas apenas transfere o o seu papel, meramente, para agradar.Triste do sujeito que toda hora reclama, aponta, mas quando deve agir coerentemente, age falando não em justificativas plausíveis e plenamente coerentes, mas em nome dos outros, principalmente, quando o seu ato pode não atender a lei da confortabilidade.Triste do sujeito que não procura se aprofundar em leituras de vida e outras para melhor agir, ao invés, de falar que outros somente inventam, criam…mesmo sabendo da verdadeira intenção e propósito. Triste…muito triste…Todavia, DIGNO o sujeito que lida com este triste sujeito e não perde a SERENIDADE e não se deixa CONTAMINAR por estas posturas, conseguindo agir com parcialidade e coerência. Mais ainda, sem dar o TROCO, apenas fazendo e agindo com naturalidade e sabedoria, afinal, este tipo de sujeito já está sendo alimentado pela SABEDORIA. Escuta, fala…mas seleciona o que realmente importa, inclusive estes tristes sujeitos que somente o faz crescer espiritualmente, aprimorar suas características e reforçam suas vivências, estimulando a buscar outros conhecimentos e pessoas. Também, DIGNO o sujeito que tem a consciência de tempo e espaço, pois nada é eterno e fixo. Os seus problemas serão de outros no futuro, mas a sua história será sua…com erros e acertos. As suas imperfeições…as suas perfeições…fazem/farão parte de suas características humanas. Este DIGNO sujeito, certamente, vive/viverá com olhos que veem, com ouvidos que escutam, com bocas que falam…para perceber se os TRISTES sujeitos conseguiram/conseguirão um dia ser tão DIGNO quando PROCLAMAM/PROCLAMAVAM,e, ainda, para dizerem que são HOMENS ou MULHERES que pedem desculpas e externas elogios, que possuem limitações diversas, que se predispõem a estar no lugar do outro para fazer a checagem de que as coisas nem sempre são como a gente quer ou imagina ser. E, se este TRISTE sujeito dizer: DIGNO foi aquele sujeito que vivenciou tudo isto, inclusive os meus atos de injúria e incompreensão…O DIGNO dirá, você evoluiu, hein?!Venha para a nossa GALERIA DE SERES HUMANOS. Logo, DIGNO é aquele que se comporta com GENTE! (Robélia Aragão).

Mulher: sexo frágil?!


Quando a  mulher é sexo frágil?

Difícil dizer…

A mulher faz várias coisas ao mesmo tempo

Cuida dos filhos

Cuida da carreira.

Quando algo não está bem…

Surge para apoiar , inclusive os homens,

Muitas delas sustentam as famílias

São independentes!!!

Todavia, os homens não podem esquecer que elas precisam de carinho, afeto  e atenção.

O que custa ser cavalheiro?!

Mulher gosta de receber flores, de ser supreendida com o café da manhã…

Ser “sexo forte”,  não significa ser insensível.

Ser “sexo frágil”, não significa ser boba.

O equilíbrio cristalizará:

Ser mulher é…

ser vencedora!

Ser mulher é o máximo!

Robélia Aragão